DENSITY NETWORKS PRESENTE NA FEIRA G2E 2018 em Las Vegas (EUA)

separator

Eloy Fructuoso Martínez, Diretor-geral e CEO da DENSITY NETWORKS, fala numa entrevista concedida à Games Magazine dos principais avanços, evolução e desafios futuros.

1) Que avaliação pode fazer do desempenho da sua empresa nos mercados de jogo no ano passado? De que modo estão a trabalhar nos Estados Unidos?

No ano passado, notámos um grande avanço quanto à entrada dos nossos produtos na indústria de jogo. Já existem muitas empresas, especialmente multinacionais, que contam connosco quando se trata de orçamentar a abertura de uma nova sala como a primeira opção, em comparação com as soluções tradicionais. O Wi-fi tornou-se não apenas uma commodity, mas também um catalisador para se entender tudo o que acontece num casino, ajudando a ativar a alavanca apropriada em todos os momentos.

No mercado dos Estados Unidos, procuramos aliados adequados para consolidarmos a nossa presença. Este é um mercado muito particular, extremamente exigente e maduro, onde os erros se pagam muito caros. Assim, a robustez e a confiança do nosso portefólio devem ter continuidade nos valores que procuramos nos nossos companheiros de viagem. 2018 deve ser para nós o ano da consolidação nos Estados Unidos.

2) Quais são as novidades da empresa em relação à oferta de sistemas e soluções de interligação e análise?

As nossas principais novidades derivam das nossas duas novas alianças, que desenvolvemos ao longo deste ano. A primeira com a Mojo Networks, uma empresa de Wi-Fi na nuvem, nos permite ampliar o leque de possibilidades que temos vindo a usar em termos de conectividade e funcionalidade. Para nós, era essencial consolidar duas áreas na nossa oferta de Wi-Fi dentro do setor do jogo, como a segurança e o controlo, já que este setor está cada vez mais sujeito a novas vulnerabilidades, e dar um passo em frente dá aos nossos clientes muita paz de espírito. A Mojo dá-nos essa tranquilidade adicional, tanto na prevenção como na resposta rápida a qualquer eventualidade, que tanto exigíamos. É claro que a sua alta capacidade de integração (realmente diferente da concorrência) e o seu alto desempenho em qualquer condição foram fundamentais também para optar por essa aliança estratégica.

A segunda aposta da Density Networks neste ano faz parte da estratégia de continuar a equipar a operação com ferramentas que fortaleçam os seus processos em sala dentro do ecossistema facilitado pelas comunicações. Neste sentido, o nosso acordo para todo o mercado americano com a VNE, uma empresa líder na Europa em Caixas para o setor do jogo significa que daremos um passo adiante no nosso compromisso com este setor. Com a VNE conseguimos aumentar a funcionalidade na sala e o seu grau de automação, tanto em transações de clientes como de colaboradores, agilizando o atendimento e a qualidade dos mesmos. Desta forma, voltamos a incidir nos mesmos aspectos de antes: segurança (especialmente na gestão de dinheiro vivo) e controlo (em que sabemos exatamente quanto há e onde), usando a tecnologia (aplicações para qualquer plataforma e controlo remoto) para consultar ou agir a partir de qualquer local e a qualquer momento.

3) Que aspetos da nova tecnologia de jogo o surpreenderam? Como vê o futuro do setor?

Embora seja verdade que a tecnologia, como todos os setores, está a desempenhar um papel decisivo na indústria do jogo, a adoção ou adaptação de certas tecnologias nos casinos está a ser mais lenta do que o esperado, mais orientada, se possível, para melhorar os processos conhecidos (alguns já obsoletos) do que em entender o que está a acontecer e a sua razão, o que indubitavelmente levará a decisões diferenciadas relativamente ao futuro. Creio que ainda existem muitas barreiras no setor que levam a atrasar a dar o passo para novas tecnologias, e ainda mais nos locais onde os resultados são minimamente satisfatórios. O risco vem do facto de que algumas empresas estão a perder um tempo crucial para entender essa transição através do teste com a tecnologia, o que levará a que num futuro próximo aqueles que avançaram neste campo nestes anos atuais se tornarão os novos líderes.

Acredito que a lentidão no uso de determinadas tecnologias (IA, sensores, robôs, etc.) também está relacionada com a lenta mudança de perfil do cliente nas salas da região. Esse não é o caso nas apostas desportivas, jogo online e nos eSports, que estão a entrar neste mercado e, nalguns casos, a sua aterragem é retardada pela compreensão e dos requisitos regulamentares e a sua adoção, e não pela sua própria capacidade já comprovada no mercado noutros países com mais tradição no setor.

4) Quais são os desafios para a sua empresa nos próximos doze meses?

Sem dúvida, o principal desafio da Density Networks é saber como combinar todas essas mudanças na nossa oferta, onde, embora tenhamos crescido em termos de capacidade de abranger um espectro mais amplo, o nosso principal risco é acompanhá-lo com uma melhoria nos serviços que esta nova abordagem exige.

Link: http://www.exphotel.com/
Fonte: Density Networks
Autor: Sara Pons
Data: 12-13-14/6/2018
Imagens: Próprias